sábado, 6 de dezembro de 2008

.:OS 10+

Os trapalhões do crime
Esqueça planos cinematográficos e fugas espetaculares. Nada disso tem espaço nesta inusitada lista. O que você verá a seguir é uma sucessão de crimes mal executados e bandidos que se sairiam muito melhor se estivessem no circo


1>>> Festa antecipada
Se existisse um manual da malandragem, com certeza uma de suas primeiras regras seria sair o quanto antes do local do crime. E foi justamente isso o que um assaltante em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, não fez. Após invadir uma oficina mecânica em março de 2007 e separar o que queria roubar, ele achou carne na geladeira, uma churrasqueira e carvão. Não é que ele achou que seria uma boa idéia preparar um churrasquinho? Resultado: foi pego pela polícia com a boca na botija. Ou melhor, no espetinho.

2>>> Sono fora de hora
Trabalhar com sono não é recomendável para ninguém. No caso de criminosos o resultado pode ser ainda mais catastrófico. Um rapaz de 20 anos invadiu uma casa em Canoas (RS) e furtou um televisor, duas garrafas térmicas e uma chapinha de cabelo. Ele saiu, vendeu os objetos e voltou para a casa. Na segunda vez, não resistiu aos encantos do sofá e dormiu lá mesmo. Foi acordado pela polícia. Um caso parecido aconteceu em uma oficina no Recife. O ladrão dorminhoco foi pego com tudo que levaria.

3>>> Contrato rescindido
Triângulos amorosos podem acabar em tragédia. Mas o final deste, ocorrido em Tóquio, está mais para comédia. A amante Eriko Kawaguchi queria tanto ficar com seu amado só para si que resolveu contratar uma pessoa para matar a esposa do dito cujo. Depois de seis meses, entretanto, a oficial continuava viva, e Eriko foi se queixar à polícia, pelo fato do matador de aluguel não ter cumprido o contrato de trabalho. A amante, como se não bastasse, declarou que teria pago US$ 140 mil para o suposto atirador.

4>>> Aula de matemática
A estupidez não teve limites para um homem que assaltou uma unidade da loja de conveniência Circle-K em Louisiana (EUA). O plano era pedir troco para uma nota de US$ 20. Quando a atendente abriu a gaveta da registradora, ele sacou uma arma e exigiu o dinheiro. A moça não teve saída a não ser entregá-lo. O homem fugiu, deixando sua nota. O valor levado somava US$ 15.

5>>> Auto-escola
O velho ditado "vergonha é roubar e não poder carregar" se encaixa perfeitamente neste caso. Um ladrão no Rio de Janeiro roubou um Honda Civic, mas, como o veículo era automático e o rapaz não tinha idéia de como dirigi-lo, teve de abandoná-lo. Não satisfeito, pegou um Corsa. Mas o rapaz não conhecia direito a Zonal Sul carioca e, atrapalhado no trânsito, foi facilmente capturado pela polícia.

6>>> Quer casar comigo?
O inglês Simon Hooper queria fazer um pedido de casamento à moda antiga, com direito a aliança de diamantes. O único porém é que ele não tinha dinheiro. Ele teve a brilhante idéia de ir até uma joalheria em Dorchester (Inglaterra) e engolir a peça quando o vendedor virou-se de costas. Descoberto, Hooper ficou detido durante três dias até que o anel "reemergisse".

7>>> Direitos do consumidor
Diz o Código de Defesa do Consumidor que todos têm direito a reivindicar qualidade nos produtos adquiridos. A americana Eloise Reaves leva isso ao pé da letra. Ela reclamou a policiais que um traficante lhe vendera "crack ruim". Os oficiais ainda a avisaram que, se o teste para a droga desse positivo, ela seria presa, o que de fato aconteceu. Até os direitos do consumidor têm limites.

8>>> Ridículo em dobro
Não deixar pistas é outro mandamento do "bom" ladrão, que Rodney McMillen ignorou. Ele foi capturado ao deixar para trás uma câmera com um vídeo o incriminando. O sujeito tinha invadido uma casa no Kentucky (EUA) e fugiu ao ser surpreendido pelo proprietário. A fita também mostrava uma festa de família e, para aumentar a humilhação, McMillen vestia apenas uma sunga verde.

9>>> Alô, é da polícia?
A primeira providência após um assalto é comunicá-lo às autoridades, certo? Assim pensaram dois traficantes da Flórida (EUA) quando sua mercadoria foi roubada. Adivinha quem foi preso primeiro? Outra idéia de um traficante também da Flórida mostra que a categoria não é das mais espertas. Ele tentou vender crack para um policial fardado, dentro de uma viatura da polícia.

10>>> Atestado de burrice
Apresentar-se ao juiz por quebrar a condicional já não é sinônimo de muita inteligência. Imagina então pedir para os agentes de segurança do Fórum cuidarem das suas drogas? Em Wigan, Inglaterra, um sujeito deu essa "prova" de esperteza. A conseqüência até que não foi das piores: uma multa de 50 libras.

1 Pessoas comentaram:

Por quem te faz rir... disse...

e aih beleza
O cara em primeiro é morador de minha cidade, é muito atrapalhado.

Meses depois de ter sido solto, foi roubar uma loja e ao ver a policia teve a "brilhante ideia" de se esconder na caixa d'agua.

conclusão: foi preso e levado ao hospital com iportemia

Meses depois de ter sido solto de novo foi roubar um gol e foi preso depois de cochilar no automovel. Os policias o apelidaram de soneca

não é mentira o nome dele é: Cristiano da Silva

Parabéns pelo post

.::Raposa Blog ::.